Notícias

América do Sul transforma-se livre de tabaco em lugares públicos

Paraguai é último país a proibir consumo em locais fechados; fumo é a principal causa evitável de morte do mundo

Questão de saúde pública

Para a chefe do Secretariado da Convenção-Quadro da OMS sobre o tema, Adriana Blanco, este é um grande momento não só para a saúde dos paraguaios, mas para toda a região da América do Sul.


“Ambientes livres de fumaça protegem as pessoas da exposição ao tabaco”, afirmou Blando. “Além disso, também encorajam fumantes a largarem o vício e desanimam indivíduos de consumir tabaco, principalmente jovens”, afirmou.


Segundo o Ministério da Saúde do Paraguai, 3 mil pessoas morrem no país todos os anos devido a doenças associadas ao tabaco. Além disso, a pandemia de Covid-19 demonstrou as consequências do uso do tabaco na saúde.


O tabaco é a principal causa evitável de morte em todo o mundo. Segundo a OMS, mata cerca de 8 milhões de pessoas por ano. Mais de 40% dos óbitos relacionados ao tabaco têm origem em doenças pulmonares como câncer, enfermidades respiratórias crônicas e tuberculose.


Cerca de 3,3 milhões de consumidores e pessoas expostas ao fumo passivo morreram de doenças pulmonares em 2017. O fumo passivo tira a vida de mais de 60 mil crianças com menos de cinco anos.


Aquelas que vivem até a idade adulta estão mais propensas a desenvolver doença pulmonar obstrutiva crônica em períodos posteriores do seu desenvolvimento.


Fontes: https://areferencia.com/americas/onu-america-do-sul-transforma-se-livre-de-tabaco-em-lugares-publicos/

2 visualizações0 comentário