top of page

Notícias

Helder dá spoiler de que Chamonzinho será seu candidato a prefeito de Marabá

Por outro lado, Luciano Dias desiste de candidatura com apoio de Tião e anuncia mudança de rota nas eleições deste ano



Não é novidade para ninguém: Helder Barbalho apoia o deputado estadual Chamonzinho nas eleições de outubro próximo rumo à prefeitura de Marabá. Acontece que o primeiro movimento oficial nesse sentido foi dado nesta terça-feira (9), por meio de vídeo em que Barbalho fala que o governo do Pará está cada vez mais presente em Marabá por meio de “obras que estão mudando a vida das pessoas”.

O vídeo é gravado, possivelmente, em tela verde, uma técnica de efeito visual que consiste em colocar uma imagem sobre outra por meio da anulação da cor padrão. Com isso, cada um pode gravar sua fala separada, sem estar necessariamente no mesmo lugar ou estúdio.

Chamonzinho entra no quadro e cita obras que o governo do estado realiza em Marabá. Em seguida, Helder complementa: “Vamos avançar ainda mais, Chamonzinho. Marabá é estratégica para nossa integração”.

O spoiler eleitoral ocorre em um momento delicado, em que alguns pré-candidatos buscavam apoio do governador para a prefeitura de Marabá. Era o caso de Luciano Dias, via Tião Miranda, e o sobrinho do atual prefeito, Tiãozinho Miranda, que filiou-se ao Podemos.

Havia ainda o ex-secretário de Obras, Fábio Moreira, que corria por fora para buscar ser candidato do patrão caso a candidatura de Luciano Dias não decolasse, como ocorreu. Ele, no entanto, foi para o PSD, partido que está alinhado com Barbalho a nível estadual. Ou seja, a chance de decolar como candidato a prefeito com a bênção de Barbalho é quase zero.

Fora desse nicho, sobram os deputados estaduais Dirceu ten Caten (PT) e Toni Cunha (PL). Este último aparece em segundo lugar nas pesquisas dos partidos, atrás de Chamonzinho.


Luciano joga a toalha

Demorou, mas o que se especulava em Marabá aconteceu. O vice-prefeito Luciano Dias, depois de muitas reuniões e visitas a lideranças comunitárias, desistiu de concorrer ao cargo de prefeito com a chancela de Tião Miranda. E sem ela seria difícil – quase impossível – seguir sozinho. O anúncio foi feito em reunião com correligionários na noite desta segunda-feira (8), em um hotel da cidade.

Para onde vai e quem vai apoiar? Ainda é incógnita. Mas Dias não tem a personalidade de voltar-se contra o prefeito, seu amigo de longas datas. Tião, por outro lado, ainda não anunciou se pretende lançar Fábio Moreira como candidato a prefeito ou se pretende indicá-lo como vice de Chamonzinho.


Fonte: zedudu

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page