Notícias

Prefeitura de Canaã se posiciona após denuncia do veículo de apoio da Brigada de Emergência




Após vídeo polêmico, que denunciava a retirada do veículo de apoio da Brigada de Emergência Funcel/Prefeitura recua e em nota explicativa informa as irregularidades que ocorreram no salvamento e que agora cederá dois veículos para execução desses serviços de apoio.


Em nota explicativa enviada à imprensa, Funcel/Prefeitura informou que a Brigada de Emergência, contará agora com dois veículos de apoio para execução de seus serviços.

A mudança de atitude aconteceu supostamente, após, vídeo polêmico que foi compartilhado nas redes sociais. Nele, um servidor da prefeitura cumprindo ordem retirava a caminhonete que ficava sob responsabilidade da corporação.


Veja abaixo a nota emitida pela prefeitura sobre o caso:


A prefeitura de Canaã dos Carajás informa que o atendimento a um acidentado, feito pela equipe da Brigada de Emergência no município, foi um caso isolado, que não representa o atendimento de emergência que costuma ser prestado.

A prefeitura de Canaã se desculpa com a família do paciente que foi transportado ao Hospital de maneira inadequada, e vai tomar todas as medidas para que situações como essa não mais ocorram.

Atualmente, o município dispõe de NOVE AMBULÂNCIAS, sendo duas exclusivas para o atendimento de emergência. Uma delas está sendo utilizada exclusivamente para pacientes com quadro de suspeita ou confirmação de Covid-19.


A utilização dessa ambulância para outros fins não é recomendada, uma vez que pode haver o risco de contaminação. No caso de haver necessidade, o município pode ainda contar com o apoio do Corpo de Bombeiros para o resgate, que conta com profissionais treinados para esse tipo de atividade.


Já em relação ao veículo utilizado pela Brigada de Emergência, a prefeitura de Canaã dos Carajás informa que foi feita apenas a substituição do veículo que era utilizado, de carroceria, por outro veículo fechado, que atende perfeitamente as necessidades da brigada. Tal substituição foi feita para não estimular a equipe, que desenvolve funções importantes, a efetuar esse tipo de trabalho, que é reservado aos socorristas.

244 visualizações0 comentário